::Confraria do Júri::

A Confraria do Júri é uma associação que reúne promotores e procuradores que analisam a importância do Tribunal do Júri - Confraria do Júri

 
 

 

      

Enquete

Você é a favor da ampliação da competência do Tribunal do Júri para outros crimes seguidos de morte?
 
Sim, para qualquer crime doloso seguido de morte.
Sim, com exceção do estupro seguido de morte.
Não. A competência do Tribunal do Júri deve permanecer a mesma.
Não tenho opinião formada.

 
Ver resultados
 
  
  
     Principal
 
 O que é a Confraria do Júri
 
A Associação dos Promotores do Júri – Confraria do Júri, CNPJ 08.197.484/0001-12, foi criada em julho de 2006 por promotores e procuradores de Mato Grosso que defendem a importância deste mecanismo de julgamento. Provavelmente, trata-se de iniciativa pioneira no país. A finalidade é nobre: demonstrar para a sociedade os princípios e valores do Tribunal do Júri, por intermédio de promoções de debates e palestras.

Este site é uma das ferramentas criadas pela Confraria do Júri em busca de suas finalidades. A intenção aqui é divulgar, dia após dia, as notícias que são veiculadas nos principais veículos de comunicação do país sobre o tema “Tribunal do Júri”. Mas também é essencial ter este site como um local de veiculação de artigos de opinião produzidos por membros do Ministério Público que queiram debater o tema.

Este site é um veículo social, interessado em receber do usuário as sugestões pertinentes ao debate sobre o Tribunal do Júri: dicas, bibliografia, textos, críticas... Enfim, a participação é a mola propulsora de uma sociedade democrática. O e-mail confrariadojuri@uol.com.br está à disposição. O endereço: Rua 06, s/nº, Centro Político Administrativo, CEP 78050-070, Cuiabá - MT.

Também, por intermédio deste site, promotores e procuradores vão receber informativos eletrônicos periódicos, indicando textos aqui inseridos, de maior interesse.

Para finalizar, essencial reproduzir o texto da ata de criação da Confraria do Júri, uma associação civil sem fins lucrativos, onde estão listadas as finalidades nobres da associação:

Ata de constituição, aprovação do estatuto, eleição e posse da diretoria da Associação dos Promotores do Júri – Confraria do Júri

Aos três dias do mês de julho do ano de dois mil e seis, às 20hs (vinte horas), reuniram-se em assembléia as pessoas que assinam ao final da presente ata, devidamente convocados, para aprovação da seguinte pauta: a) Criação da associação; b) aprovação dos estatutos sociais; c) eleição e posse da diretoria; d) outros assuntos de interesse da comunidade. Assumiu a presidência dos trabalhos o Dr. Mauro Viveiros, convidando o Dr. Antonio Sérgio Cordeiro Piedade para secretariá-lo. O Presidente explicou aos presentes a importância da constituição da associação, que tem, como finalidade, congregar os membros do Ministério Público; promover os valores, os princípios e a identidade cultural do Tribunal do Júri nacional; promover e apoiar atividades culturais e científicas, tais como: seminários, mesas redondas, debates, ciclos de palestras, cursos, reuniões, encontros, conferências, lançamento de livros e publicações especializadas sobre o Júri brasileiro; apoiar e promover ações dirigidas ao estímulo à participação de homens e mulheres na dignificante missão de jurado; promover e apoiar ações voltadas à preservação e resgate da memória histórica, científica e cultural do Tribunal do Júri brasileiro e dos seus patronos ilustres; colaborar com o Ministério Público e com o Poder Judiciário em ações destinadas à valorização das funções dos agentes que compõem o Tribunal do Júri, promovendo cursos e seminários específicos para sua capacitação.
Tendo em vista a finalidade anteriormente relatada, a Assembléia entendeu a necessidade da criação da associação, aprovando a sua constituição. Em seguida, procedeu-se a leitura da minuta do estatuto. Foram lidos, discutidos e aprovados, sem ressalva, todos os artigos, individualmente, sendo, dessa forma, aprovado o Estatuto que disciplinará o funcionamento da entidade, por unanimidade e sem emendas ou modificações, mantendo o teor em anexo.
A seguir, o Presidente declarou definitivamente fundada e constituída a Associação dos Promotores do Júri – “Confraria do Júri”, e ato contínuo procedeu-se, pela assembléia, a indicação, por consenso, da primeira diretoria e conselho fiscal, para período de um ano (julho de 2006 a julho de 2007), conforme determinado no artigo 34 do Estatuto aprovado. Ficando assim compostos: Diretoria: Presidente: Mauro Viveiros, brasileiro, casado, procurador de Justiça (...); Vice-Presidente: Flávio Cézar Fachone, brasileiro, casado, promotor de Justiça (...); Secretário: Antonio Sérgio Cordeiro Piedade, brasileiro, casado, promotor de Justiça (...); Tesoureiro: Rubens Alves de Paula, brasileiro, casado, promotor de Justiça (...); e o Conselho Fiscal: Wagner Cézar Fachone, brasileiro, casado, promotor de Justiça (...); Amarildo Cézar Fachone, brasileiro, casado, promotor de Justiça (...); e Mauro Benedito Pouso Curso, brasileiro, casado, promotor de Justiça (...).
Para constar, vai assinado pelos diretores e associados que prestaram a solenidade o compromisso de respeitar o exercício do mandato, a Constituição Federal, as leis vigentes e o Estatuto da Associação. Nada mais havendo a tratar, deu por encerrado os trabalhos, o presidente eleito, agradecendo a presença de todos, declarou eleitos e empossados a diretoria e os membros, conforme assembléia realizada na data acima mencionada.


................................

Responsabilidade jornalística pelo site: Jornalista Antônio Rodrigues de Lemos Augusto - DRT-MG 5277

Voltar


 
Telefone

 Confraria do Júri - Rua 6, s/n�, CPA - Cuiab�/MT

  Produzido por Coltri Consultoria e Assessoria Organizacional
  www.coltri.com.br - fone: (65) 8404-0247